Banda larga do Governo deverá sai do papel

A meta do governo do Brasil é distribuir a banda larga do Governo para metado do Brasil, essa é a proposta do Plano Nacional da Banda Larga.

Esse plano promove o aumento da capacidade de infraestrutura de telecomunicações até o ano de 2014. Com isso, aumentará o número de acessos fixos individuais para áreas urbanas, e rural.

Dentro da proposta inclui, também, a banda larga móvel para 60 milhões de acesso entre terminais de voz e dados. O governo quer que  a banda larga atenda a 100% os órgãos públicos, como, escolas rurais que ainda não possui internet, por exemplo.

O plano deverá atingir as 177 mil unidades de saúde, 10 mil bibliotecas públicas e os 14 mil novos telecentros comunitários e mais.

É preciso uma mega infraestrutura para atender essa demanda, imagina a grana que vai ser investido nesta banda larga, veja só:

– R$ 7 bilhões é fundo que já existe;

– mais 1 bilhão que entrará no próximo ano;

– é uma ideia o uso das linhas já existentes de Furnas, Petrobras, Eletrobrás ou Telebrás

Esperamos que investidura do governo nestá área tecnológica não seja mal administrada, como muitas obras pelo Brasil afora, abandonadas ou como uma forma de “tirar o meu, porque eu mereço”. Ou funcione igual muitas bandas larga de empresas privadas que são 2G 3G.

Leia também a banda larga tipo PLC tecnologia via energia elétrica.

Seria um absurdo tirar dinheiro da boca do povo brasileiro para gastar em barco furado.

banda larga do governo plano nacional da banda larga

Artigos Relacionados

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*