Filme: Em Nome de Deus

Dica para a seção pipoca o filme: Em nome de Deus.
Se você está cansado dos “enlatados americanos”,  o Em nome de Deus é uma boa dica. É uma história comovente e uma reflexão diante um tema tão polêmico e contraditório. As Religiões que “encarcera” a mente humana e coloca o homem a mercê dele mesmo.

Filme baseado em fatos reais que mostra a religião acima de tudo e de todos.
Em que na Irlanda nos Lares Madalena, de responsabilidade das Irmãs da Misericórdia, em nome da Igreja Católica. Mulheres jovens eram mandadas para lá por suas famílias, pelos orfanatos que ficavam confinadas e obrigadas a trabalhar duro para pensarem em seus pecados e esse variavam entre ser mãe solteira, ser bonita ou feia demais, retardada mentalmente, ignorante ou inteligente, e vítimas de estrupo. E por causa dos seus pecados, elas trabalhavam 364 dias por ano, sem remuneração. Eram mal alimentadas, espancadas e seus filhos levados á força. Milhares de mulheres viveram e norreram nesses Lares. Esse modelo de Asilo, Lares Madalena na Irlanda, ficou funcionando até 1996 e o filme é contado sob o ponto de vista dessas jovens mulheres durante os anos sessenta, uma época erroneamente tida, por alguns, como incontestada liberação feminina. Com tudo isso essas mulheres confinadas encontrava-se em um pesadelo quase inquisicional, enquanto o mundo “externo”, silenciosamente ou em alguns casos ativamente apoiava esse estado teocrático. Mostrando como a personalidade dessas mulheres eram construídas ou tentavam construir de maneira positiva ou negativa, em um lugar controlado e dominado por mulheres celibatárias, serva de Deus e noivas de Cristo.

Elenco: Geraldine Mcewan, Anne-Marie Duff, Nora-Jane Noone, Dorothy Duffy, Eileen Walsh.
Direção de Peter Mullan.

Igreja Católoca irlanda lares madalena religiões Sinopse de Filmes

Artigos Relacionados

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*