Hidroponia Como FazerHidroponia como fazer irá ajuda-lo. Vamos lá, hidroponia  significa trabalho com água, isto é hidro = água, ponos = trabalho, em que as plantas, como: alface, escarola, rúcula, tomate, etc., não entram em contato com o solo, sendo produzidas em canaletas, tanque contendo soluções nutritivas que são preparadas cuidadosamente para nutrir a planta, circulando em suas raízes.
Essa maneira de plantar na água tem sido utilizada já há bastante tempo, pôr exemplo: jardins suspensos da Babilônia, os jardins flutuantes dos astecas e da China.
As pesquisas para desenvolvimento da hidroponia vêm sendo feito já algum tempo,  para buscar economia de água, melhoria da solução nutritiva e aumento  da produção.
Além das pesquisas, os produtores e sua criatividade proporcionam o surgimento de novas tecnologias de produção. Tornando – se assim uma tendência mundial econômica, produtiva e lucrativa.
As vantagens  de um sistema hidropônico
– produção em pequenas áreas, as estufas podem ficar em lajes ou cimentados ou na terra, próximos aos grandes centros urbanos;
– total controle da água usada;
– manejo mais leves se considerados no plantio em solo;
– não precisa de agrotóxicos;
– menos manejo durante o ciclo cultural;
– precocidade na produção;
– plantas mais uniformes e alta qualidade;
– produção o ano todo não tendo entre safra;
– riscos climáticos reduzidos;
– retorno econômico mais rápido;
– não precisa de rotação de cultura

As desvantagens de um sistema hidropônico


– requerem-se técnicas hidropônicas;
– rotinas de manejo;
– custo inicial deverá ser mais elevado;

Montar um Sistema Hidropônico

Antes de montar um sistema hidropônico, é necessário analisar alguns fatores importantes para dar certo:

• topografia – o local pode ser plano ou  inclinado;
• luminosidade –  e carga térmica, a estufa deverá ficar de  preferência na posição norte sul para aproveitamento melhor;
• mercado – verificar possíveis clientes em potencial;
• vento – evitar ventos fortes, que prejudiquem a estrutura da estufa, utilizar barreiras (árvores );
• energia elétrica – não poderá faltar energia elétrica para bombear a solução nutritiva;
• água –  deverá ser limpa, sem cheiro sem contaminantes, pois será utilizada pela planta;

Necessário para montar

•  ESTUFA –  estrutura de ferro ou madeira coberta de filme plástico transparente;
•  BANCADAS – para apoiar as canaletas  poderá ser de ferro, madeira ou de plástico;
•  CANALETAS –  poderá ser de telha de amianto, porém terá que ser coberta de filme plástico para não contaminar a solução nutritiva, tanque de solução nutritiva e “isopor” com furos para apoiar as mudar, canos de PVC pintadas para não haver foto-exposição da solução nutritiva e o surgimento de algas;
•  RESERVATÓRIO DA SOLUÇÃO NUTRITIVA – caixa de água de fibra ou plástico nunca de amianto, para oxigenação e circulação da solução;
•  CONJUNTO DE MOTO BOMBA – motor para bombear a solução nutritiva para circulação;
•  FIAÇÃO – iluminação e energia para moto bomba, etc.;
•  ENCANAMENTO – e acessórios deverão ser de PVC, porque a solução é corrosiva, dimensões de acordo com a vazão da solução;
•  TIMER – aparelho para controlar a automação do sistema, controlando os horários;
•  APARELHOS – para medir: temperatura, oxigenação, condutividade elétrica da solução, e  pH.

MAIS INFORMAÇÕES

• www.hidrogood.com.br – no Taboão da Serra/SP
• www.embrapa.gov.br
• www.livrarianobel.com.br