Mutação Genética Causa Hermafroditismo em Humanos

Hermafroditismo

A presença de genitais com estruturas masculinas e femininas completas ou não e a característica do hermafroditismo causada pela mutação genética no ser humano. Ou pessoa hermafrodita com alteração genética.

Na gestação os dois primeiros meses o feto não apresenta diferença na genitália, somente após este período é que o cromososso Y no embrião masculino (mais precisamente o gene SRY), que irá produzir proteína para orientar a formação da genitália masculina e na ação do hormônio testosterona (hormônio sexual masculino.

Por outro lado, a sua ausência informará ou estimulará que o feto terá a genitália feminina.

Conforme o médico geneticista Salmo Raskin (presidente da Sociedade Brasileira de Genética Médica), “no Brasil não há estimativa de por falta de acompanhamento, não há estrutura para isso.

São três os tipos de hermafroditismo: o verdadeiro, o pseudo-hermafroditismo masculino e pseudo-hermafroditismo feminino.

o verdadeiro a pessoa terá os ovários e testículos e os órgãos da genitália externos estruturados masculinos e femininos.Genéticamente falando a maior parte da pessoa hermafrotidita verdadeiro possui em cada célula dois cromossomos X (os homens normais possui um cromossomos X e outro Y e as mulheres normais possui dois cromossomos X), com isso, elas deveriam ser somente femininas, mas com a alteração ou mutação em genes ainda deconhecidos que atuam como o gene SRY do cromossomo Y faz com que se desenvolva os testículos e a genitália.

pseudo-hermafroditismo masculino a pessoa é masculino geneticamente falando, pois apresenta XY, porém o órgão masculino não se desenvolve completamente ou seja não são virilizados completemente, por causa de lacunas no se desenvolvimento embrionário.

pseudo-hermafroditismo feminino a pessoa é feminina XX e possui os sistema reprodutor feminino completo, porém na formação uterina sofre virilização dos genitais femininos:  cresce demasiadamente e forma-se uma estrutura parecida com o órgão masculino .

Em alguns casos é resolvido com intervenções cirúrgicas, outros é tratado com hôrmonio corticoide por toda a vida.

Em casais que tenham casos de filhos com hermafroditismo, deve-se planejar futuras gestações, pois a repetição de um outro caso é de 25%.

A mutação gênica é mais comum do que pensamos, esta arte  no museu de Louvre em Paris demonstra que vem de longe estas alterações.

hermafrodita Hermafroditismo Humano mutação genética

Artigos Relacionados

One comment

  1. é um assunto interessante para trabalhar

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*