São Paulo antigo Instituto Butantã

A Margem do Rio Pinheiros, sendo vizinho da USP o Instituto Butantã faz parte da história de São Paulo antigo.
Durante muitas décadas foi rota de passagem de expedições de Bandeirantes e Jesuítas para o interior do Brasil.  Foi nessa região  que Afonso Sardinha montou o primeiro trapiche de açúcar da vila de São Paulo, em sesmaria obtida em 1607. As terras da antiga sesmaria tiveram várias denominações: Ybytatá, Uvatantan, Ubitatá, Butantan e, finalmente, Butantã.
Essa sesmaria foi doada posteriormente para a igreja do Colégio São Paulo. Há duas versões para o significado do nome Butantã: “terra socada e muito dura” e “lugar de vento forte”.
Em 1759 as terras foram confiscadas e vendidas após a expulsão dos jesítas do Brasil. A família Vieira de Medeiros, últimos proprietários vendeu essa terras para a Cia. City Melhoramentos, em 1915, responsável pela urbanização das margens do rio Pinheiros. Datam do século XVII e XVIII duas construções históricas localizadas na região do Butantã, respectivamente a Casa do Sertanista e a Casa do Bandeirante, ambas tombadas.
Essa região, como outras na períferia de São Paulo na virada do século XIX, era constituída por sítios e chácaras: o sítio Butantã, sítio Rio Pequeno, sítio Invernada Grande ou Votorantim, sítio Campesina ou Lageado e sítio Morumbi. O desenvolvimento do bairro ocorreu a partir de 1900, sobretudo com a implantação do Instituto Butantã, e Cidade Universitária.
O Instituto Butantã foi oficialmente inaugurado em 1901. Sua origem está associada ao combate da peste bubônica, que por volta de 1898 causava uma epidemia em Santos, litoral paulista. Para produzir o soro contra a peste, foi escolhida uma área fora do perímetro urbano da cidade de São Paulo. Assim, foi instalado um laboratório junto ao Instituto Bacteriológico, na fazenda Butantan, que dois anos mais tarde recebeu o nome de Instituto Serumteráphico, passando a atuar na área de pesquisa e produção de soros, sob a coordenação do médico Vital Brazil.
Somente em 1925, o nome oficial passou a ser Instituto Butantã, hoje vinculado à Secretaria de Estado da Saúde. O conjunto arquitetônico foi tombado pelo Patrimônio Histórico em 1981. O local onde está instalado o Instituto é apenas uma parte da propriedade que abrangia também o campus da Universidade de São Paulo.
Somente em 1925, o nome oficial passou a ser Instituto Butantã, hoje vinculado à Secretaria de Estado da Saúde. O conjunto arquitetônico foi tombado pelo Patrimônio Histórico em 1981. O local onde está instalado o Instituto é apenas uma parte da propriedade que abrangia também o campus da Universidade de São Paulo.
O instituto Butantã abriga o Museu e o serpentário, além de um vasto bosque muito bonito e com árvores antigas. Um ótimo passeio para o final de semana com a família ou a namora.

Foto de 1910 de laboratório de manipulação e Vital Brasil

epidemia final de semana Instituto Butantã passeio peste bulbônica

Artigos Relacionados

2 comments

  1. parabes é muito bom

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*